quinta-feira, 19 de junho de 2008

MAS QUE RIQUEZA?

PAÍS DA ABUNDÂNCIA_PIETER BRUEGUEL, 1567

Um camponês, um cavaleiro e um letrado descansam de barriga para o ar debaixo the uma árvore que tem uma mesa posta. O escuteiro, à parte, vestido com uma armadura monta guarda e espera que lhe caia algo «no bico».Por trás da fantasia de um país lendário em que o alimento é abundante, existe a dolorosa experiência de fomes crónicas.Tachen Público

***
"A nossa época-que se esforça por socorrer eventuais misérias, por prevení-las, por combater antecipadamente as possibilidades de estorvos-é uma época de pobres. Os nossos ricos são os mais pobres de todos, porque o verdadeiro fim da riqueza é ignorado."Nietzsche, Vontade de Poder I

8 comentários:

sinhã, a. disse...

Intemporal ou actual?:-)

mdsol disse...

Actualíssimo e, porventura, intemporal... Condição humana esta! Mas é a nossa...
O Quadro... completamente apropriado...
:)
(hoje tenho lá 2 coisitas que acho que vai gostar... pelo menos de uma..) Ó pra mim a adivinhar! rs

Anja Rakas disse...

Por alguma razão que me é desconhecida, adorei Tachen e essa tela...simplesmente fabuloso.

"Passa-se com o homem o mesmo que com a árvore. Quanto mais quer crescer para o alto e para a claridade, tanto mais suas raízes tendem para a terra, para baixo, para a treva, para a profundeza - para o mal."
Nietzsche

Bjs arvorados

JPD disse...

Olá!

Os periodos de riqueza e pobreza até meados do Sec. XX mantinham ma regularidade que criou a aparência de controlo, antevisão, e acção sobre eles.

O desnorte que agrava a crise é devido `depreciaçao crítica de agir e ver resultados.

A perda de esperança e de controlo está a criar ansiedades e a crispar a sociedade.

«A ORIGEM DA TRAGEDIA» de Nietzsche terá correspondido a uma inquietação profunda do autor no decurso da guerra franco-prussiana.

Desde a ida americana ao Iraque que a instabilidade geo-estratégica se tem agravado.
Como sair de lá recompondo algo parece impossível a todos.

O resto tem feito o seu caminho.

mariam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mariam disse...

estaremos a correr para o tal "caos" anunciado?!

arrepia!

excelente "post", imagem e palavras...

um sorriso :)

O Profeta disse...

Um quadro para meditar...

De pequena poça fiz um universo
Feito de sete estrelas do mar
Murmurou-me um búzio ao ouvido
O rumo para te encontrar


Bom fim de semana



Mágico beijo

heretico disse...

ora, nem mais...
são os mais pobres de todos...

abraços