terça-feira, 24 de junho de 2008

O VEU DA ILUSÂO

PRIMAVERA_SANDRO BOTICELLI
...Neste sentido o homem dionisíaco assemelha-se a Hamlet: ambos penetraram com um olhar profundo na essência das coisas: ambos viram e experimentaram o desencanto da acção, porque a sua acção em nada pode alterar a essência eterna das coisas, e acham ridículo e injurioso que se espere deles a pretensão de endireitar o mundo. O conhecimento mata a acção, para agir é indispensável que sobre o mundo paire o véu da ilusão-tal é a lição de Hamlet e não a lição gratuita de Hans, o sonhador, que de tanto reflectir e por excessivas possibilidades nunca se decide a agir. Não é a reflexão que nos impede de agir mas é o verdadeiro conhecimento e a visão da verdade ameaçadora que anulam todos os impulsos, todos os motivos de agir, tanto em Hamlet como no homem dionisíaco...", Nietzsche, A Origem da Tragédia

6 comentários:

Mariz disse...

Véu de Maya!
Véu da Ilusão! Você afinal existe ou não?
"A Origem da Tragédia?" ahahahaha! MUITO EU ME RI QUANDO LI ESTE SEU POST! PARABÉNS! BRILHANTE! ahahah
Gostou do presente...então?!! Tou errada? é muito belo!Eu acho!Por isso partilhei. Gosto de partilhar com os outros...não sou nada de ficar com as "minhas coisinhas"...muito escondidinhas, com medo que se estraguem ou que alguém as leve...ahahahaha!
Vim ver em que é que paravam as modas...e dei de caras, de novo, com o Nietzsche e fiquei excitadíssima com esse pedaço de texto...ahahahah - mas não o vou massacrar mais. Digo apenas que tenho a perfeita noção da não realidade e também da acção. É que eu passo á acção, sabe? Sou tão incorrigível como reconhecida em tudo... muito poucos apegos e ainda algumas expectativas...é que sempre vejo os outros como eu...e nunca utilizo máscaras...não tenho o blog para isso. Sempre levei a vida na boa, mostrando-me como sou com ou sem espelhos em casa - que por acaso nunca se partiram! Portanto o meu blog é um brinquedo...divirto-me, chateio, faço festas, comento, até me fartar...acho que na interacção é que nasce a luz, é aí que as pessoas se conhecem e sabem com o que podem contar...não é estar sempre a dizer coisinhas bonitas passando a mão pela cabeça e palmadinhas nas costas - á imagem dos governantes e afins! eu faço isso tudo sem 2ªs intenções e nem me interessa se... quem me ler acredita ou não...nunca me chateiei com isso - nem tão pouco consigo, veja bem! é que as pessoas ainda não sabem...mas onde o amor está, está a cura para os grandes e pequenos males...e eu tenho essa grande capacidade de saber amar sem ser necessário joguinhos de sedução ou outras lérias. Dou e recebo dos mais variados afectos - escritos, ouvidos, lidos, sentidos, enfim...se calhar o que falta á maioria...por isso não preciso de vir para aqui fazer-me passar por outra pessoa, que não eu! E é por isso, que mostro a cara, o que gosto, o que já fiz, nao tenho pruridos desses! É que alguém que por aqui passe, e me reconhecer, pode testemunhar a minha verdade que é a verdade de sempre!
Estamos entendidos Véu de Maya? No compto geral, o meu saldo, pelo "drama da vida" e nesta Via, é positivo e a prova disso é que não tenho doenças...raramente caio á cama com "males" da idade ou outros!...ao contrário dos hospitais e da maioria dos que escrevem por aqui, que andam sempre aos ais! ai que preciso de mimos... ai! que tenho o meu filho com qualquer coisa...ai! que lá se foi a taça...ai, ai, ai......enfim...só nos ais é que devem ser reais! E nas palmadinhas nas costas, nos beijinhos, abracinhos, e coisas lindas...
Sei que para si e/ou para os/as demais sou uma aberração, uma negação enquanto pessoa..mas também aí eu rio-me...acha que vou amuar, deixar de comer, ficar frustrada e tudo, e tudo,e tudo, como dizia a Dália? ahahahaah!
Que remédio tenho senão aceitar...as diferenças!!!
Percebi o recado...para boa entendedora...
ABraços com sumo de uva...já que as divindades ficam alegres todo o ano!ahahahaah!
MAriz

Mariz disse...

Pço perdão pelo lençol, mas isto estava entalado na garganta e eu detesto andar para aí a tossir!
Tá? Beijinhos meus.
MAriz

AH!
ESPAVO!

JPD disse...

Não sei se haverá lugar para trazer à baila uma certa ideia de razão pura e razão prática.

Haverá contudo espaço e tempo para pensar e idealizar e para agir.

Deusa Odoyá disse...

Oi minha nova amiga. Vim visitar seu cantinho e adorei.
voltarei mais vezes.

sua nova amiga.

Regina Coeli.
Te aguardo no meu cantinho.

heretico disse...

a acção é apenas prenuncio. a verdade vem depois...

abraços

Mariz disse...

Salvé!
Volto aqui á "Primavera" daquele que ambos gostamos, e transcrevo:
*"O seu poema trouxe-me a vibração da luz e de todas as CONTRADIÇÕES da vida que tão bem sabe encantar.
E adorei a imagem que entra tão bem na luminosidade do poema. Estou condenado a VOLTAR AO SEU CANTINHO...que para ALEGRIA MINHA vai bem mais longe". 3/6/2008 - 8:04H

*"Pela SIMPLICIDADE do gesto...pelo sentido da PARTILHA E DO AMOR...pela luz e cuidado que põe em tudo o que sublima...pelo poema, pelas imagens, SÓ POSSO PARTILHAR.
Beijinho e boa semana"
8/6/2008 - 13:54

*"As imagens são sublimes: pelo poder da natureza que revelam e pela fúria diabólica do gesto humano tão frenético e INÚTIL, de matar cachalotes bébés! O enquadramento do texto e a PERSPECTIVA AMOROSA que os torna vivos e actuais, faz-me pensar até onde pode ir o ESTÚPIDO ORGULHO de alguns humanos e de ALGUMAS PRATICAS DESNECESSÁRIAS? Felizmente existe hoje tb esta circulação bloguista! Excelente o seu post - pelo que DENUNCIA E PELA MENSAGEM QUE LIBERTA.
Grande abraço.
16/6/2008 - 7:33h
-------------------------
E eis senão quando, se avista um enorme tufão - que não o Katrina, mas sim o "CONTRADIÇÃO" e o caos instalou-se.
A minha resposta a tudo isso e que está na tal mensagem que sou portadora - aquela que vive em mim - em nós.O facto é, que continuo a vir aqui, não retirei a indicação do seu blog, porque não era por cousa pouca ou maior sequer, que o faria...ele continua a ser bom, bem feito e acabado, e é isso que está em causa. Não misturo as coisas.Não tenho medos perante ninguém...quer sejam familiares, amigos ou conhecidos que "me leiam aqui ou dentro". Sei por onde vou...e o que faço e digo. E esse facto, levou-me a colocar mais algumas imagens alusivas aos SENTIMENTOS SÓLIDOS E AO TAL AMOR QUE NOS VIVIFICA A TODOS, bem como aos amigos, á amizade, que é uma parcela desse AMOR AOS PEDAÇOS....até formar o TODO. Entre os temas musicais pode ouvir-se agora, mais alguns: "you got a friend" e "That's what friends are for"?! -
Resposta:
What friends are for?
Em todas as palavras em letra maíscula que regiteina transcrição; reforçando com algo que me veio parar ás mãos sem querer, mas que se aplica aqui também:
"O Espírito que Deus nos deu, não é para termos MEDO, mas sim: CORAGEM, AMOR, E BOM SENSO"!(II Tim.1:7)
Então porque não nos regularmos por aí?
Resposta: porque tudo o que AQUI NA BLOGOSFERA "se ouve"...não se escreve...é Véu de Maya!

A vida é feita de "escolhas" e só por elas e com elas: CRESCEMOS! - tenhamos a idade que tivermos.
Talvez eu seja mesmo uma menina...
em forma de mulher...
mas até nem isso...
o que sei...sem querer...
é que não sou de cá...
por isso...não existo!

Um beijo de Primavera e um abraço de Verão Dyonisio

Mariz

ESPAVO!

(escrevi aqui e não por outra via, caso não apague este MEMO, pode sempre: "mais tarde...recordar-se...de SI"!) - mais um preâmbulo "amoroso" - por doutrinário e moralista.