domingo, 26 de outubro de 2008

VARIAÇÔES EM SOL MAIOR

RAPARIGA COM GUITARRA_TAMARA DE LEMPICKA

* *
És o rio que corre
e eu o barco que navega
És o vento que sopra
e eu o vulcão à espera;

* *
És o sol que me aquece
e eu o luar na madrugada
És a estrela que brilha
e eu os teus gozos acordada;

* *
És os raios de Sol
e eu a tua aventura
Eu a leveza do ar
e tu a gaivota que procura;

* *
És o riso nos meus olhos
e eu a paixão que estremece
Eu a canção que enternece
e tu a explosão que perdura...

* *
És as cerejas nos meus lábios
e eu o rio nos teus desejos
Eu o sabor a morangos
e tu a volúpia dos meus tangos.

Luís Lourenço



17 comentários:

Vivian disse...

...e o poeta continua a cantar
seus versos, para o deleite
de todos.

encantada deixo bjusss
neste coração vibrante!

muahhhhhhhhhhhhhhhhhhh

sinhã, a. disse...

se assim for é porque de facto é. isso é que é ser. :-)

~pi disse...

não que aqui chova [ nem assim

nem secamente :)




beijo, luís

mdsol disse...

as palavras de quem sabe
e as mulheres da Lempicka sempre sugestivas!
:))

Juani lopes disse...

me gusto tu tango
saluditos

vida de vidro disse...

Poema em tom de doce sensualidade. Belo! **

mariam disse...

Luis,
um belo correr de pena
e um correr meu p'lo poema abaixo... escreve quem sabe, mesmo. :)

Luis, nunca consigo ouvir as músicas... :(

boa semana
um grande sorriso :)

mariam

mariam disse...

segui as instruções... e... nada! ou é o meu pc uma "geringonça" ou eu sou mesmo a tal "nabiça"! LOL
bigada p'las palavras!
boa semana :)

mariam disse...

e.. são 13:22 aparece aí 6:21 ... não percebo mesmo nada! :)

João da Silva disse...

Luís, adorei aqui as hipálages, enálages e metáforas. Suas imagens são sempre belíssimas, suas idéias sempre muito inteligentes.
Um grande abraço do João

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

És o poeta que eu gosto de ler... estar... permanecer... ficar!
beijos e borboleteios!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Como vc sabe fazer poemas, como domina tão bem o estro, Luis! Quisera ser como você.
Amigo:
Amigo:
Passe no meu Blog Galeria, pois fiz a resenha do filme "Uma relação pornográfica", que de pornográfico nada tem, nem sequer uma cena. O filme versa sobre o amor.
Um abraço,
Renata

Cidinha disse...

Palavras que correm soltas...e magicamente, Sr. Poeta, chega com o seu dom de transformá-las em alimento para nossas emoções.Poema leve...gostei muito!

JPD disse...

Muito bem desenhada a concordância perfeita do arrebatamento, Luis.

Um abraço

Lu disse...

Maravilhoso,Luis!
Podemos ver por vários prismas, o que nos delicia e nos traz nostalgia...
Beijo!

heretico disse...

poema com requebros de tango...

excelente.

abraços

EternaApaixonada disse...

Um poema para ler, reler, reler e sonhar...
Um presente para corações apaixonados...
Lindo!
Beijos com meu carinho.