domingo, 30 de novembro de 2008

À JANELA

À JANELA_EDVARD MUNCH [Ouvir Mozart- Piano Concerto nº 21-barra de vídeo]
*
Sonho que alcanço toda a poesia do Mundo
Onde se ilumina a embriaguês do mistério,
E que recolho no seu ar o cheiro profundo
Das vidas inundadas pelos risos do efémero...

*
Sonho que viajo em nave espacial a toda a hora
Onde brilha a luz dos astros e as cores da fantasia,
E que tudo sopra veloz na esfera estrelar da poesia
Como o eterno que é dor e alegria sem demora...

*
Sonho que ando no carrossel da felicidade do Mundo,
E que ele é a cada instante a beleza do amor profundo
Como a roda sagrada de todas as encruzilhadas...

*
Mas, ironicamente, quanto mais vou girando,
E nos carrosséis da felicidade vou andando,
Mais vogo, triste, elos vazios de rodas descarriladas...



Véu de Maya

25 comentários:

EternaApaixonada disse...

*****

Querido poeta,

certamente deve ser força de expressão poética o desfecho do poema...
Você transpira alegria de viver!
Um lindo sonho de amor!
Beijos com meu carinho

*****

mdsol disse...

O sonho comanda a vida... apesar dos instantes sem esperança!
:)))

meus instantes e momentos disse...

Que belo post, é muito bom voltar sempre aqui.
Tenha uma feliz e iluminada semana.
Maurizio

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Ah amado Poeta, sublimes versos os tecidos por ti! Encanto-me profundamente a cada visita que te faço!
beijos e borboleteios

isis de la noche disse...

Qué profundo sonetillo... Me ha hecho imaginar las imágenes de las que ha salido ;)...

Un beso

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Luís Belíssimo poema onde a ALEGRIA é rainha!...
Transpiras segurança POETA... Adoro visitar-te e encher a minha alma de magia...
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Cleo disse...

Véu de Maya(como gosto desse nome)(soa como uma melodia)
Poema belíssimo, apesar de no final ironicamente trazer tristeza.
Mas a roda da vida é assim, belo, feio, bom, mau, felicidade, tristezas. Há que saber girar e voltar na posição onde menos tristezas cause.

Beijos na alma prá ti...milhares....
cleo

betty mello disse...

Poeta, amigo de uma amiga também é amigo...obrigada pela visita e votos de feliz aniversário(que só é realmente feliz qdo temos os amigos, que nos brindam com novos amigos-melhores presentes !). Parabéns pelas postagens, lindas ! Com carinho Betty

vida de vidro disse...

Mas ainda é pelo sonho que vamos. Apesar dos descarrilamentos da vida. Belo, o poema! **

NAELA disse...

Lindo! Simplesmente sublime, intenso este sonhar...na janela dos teus sonhos contemplo a vida numa magia infinita!
Um beijo cheio de sonhos

João da Silva disse...

Luís, meu dileto vate lusitano, o inesperado faz da poesia mais bela; o tocar-nos a alma faz da poesia mais bela; o falar-nos à mente faz da poesia mais bela. E a sua poesia faz tudo isso, ao mesmo tempo. Triste e profunda, ou realista e vivida, sentida, ela é magnífica.
Abraço sincero de seu admirador, o João

dona tela disse...

O que me diz a este tempinho? Só para pinguins...

Um abraço respeitoso.

heretico disse...

entre o sonho e a realidade salva-se a poesia e o enorme talento do Poeta.

abraços

Vieira Calado disse...

Vamos rodando na roda vida, uma vezes alegres, outras vezes tristes...

"Todo o mudo é composto de mudança"

como disse o grande épico.

Bjs

Cadinho RoCo disse...

Assuma o comando do sonho e dê a ele boa dose de alegria.
Cadinho RoCo

mariam disse...

Luis,,
belíssimo poema, com sempre aliás.
vida sonho, vida Carrossel, vida Viva...

http://www.youtube.com/watch?v=PBn0mD6HzDg&feature=related

boa semana
um abraço e um sorriso :)
mariam

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido Amigo, voltei para reler-te e deparo-me com um pouquinho de desânimo, no último terceto... Mas a vida é composta de tudo, mesmo assim não lhe retira a alegria de viver... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Ana Paula Duarte disse...

Post de altíssimo níveel!
Me emocionei d+!!
Sério, o bom é que a poesia tem essas coisas...feliz dos que conseguem deixar que ela os toque!
Parabéns pelo bom gosto!
Percebo que gostas muito de latim, não?
Abraço.

Clara disse...

Luís,
amei as seguintes palavras:

Sonho que ando no carrossel da felicidade do Mundo,
E que ele é a cada instante a beleza do amor profundo
Como a roda sagrada de todas as encruzilhadas...

Fiquei mesmo encantada...é como se tivesse entrado num sonho.

Graça Pires disse...

Sempre um sonho nos arrasta, amigo.
Um abraço.

Anja Rakas disse...

Verdadeiro eu chamo àquele que entra nos desertos vazios de deuses... Nas areias amarelas, queimadas de sol, sedento, ele vê as ilhas cheias de fontes, onde as coisas vivas descansam debaixo das árvores. Não obstante, a sua sede não o convence a tornar-se como um destes, habitantes do conforto; pois onde há oásis aí também se encontram os ídolos.

Nietzsche

Carla disse...

porque na tristeza também se bebe vida...gostei de andar neste teu carrossel
beijos

EternaApaixonada disse...

*****

Querido poeta,

vim lhe deixar um beijo e agradecer suas visitas que adoro! Seus comentários me fazem feliz!
Tenha uma noite suave! Boa sexta!

*****

Rembrandt disse...

Lindisima poesía, la vida es un eterno girar , a veces es sueño (alegría) otras pesadillas (tristeza).

Beijos

Lu disse...

A dualidade, levando-nos a ver a felicidade e ao mesmo tempo sentir o vazio...As vezes o sorriso se encerra, e lembramos algo.
Beijo!