quinta-feira, 26 de abril de 2012

O MEU BARCO


*****
É o amor da viagem e o rumo do navio
que se desafiam um ao outro
com igual coragem e sangue frio;
*
O mar profundo e a arriscada travessia
onde os barcos no mar e na vida os sonhos
se enrolam nos seus enigmas;
*
O porto de partida e o porto de chegada
onde cada saída é uma nova partida
e cada partida é uma nova chegada;
*
As expectativas e a superação
que no navio são o ar e a respiração
e na vida a nobreza da missão;
*
A ambição e as descobertas
que se jogam belas e seguras
mesmo nos portos da hora incerta;
*
A fruição e as formas belas
que sopram durante o percurso
e se renovam em criações serenas;
*
A felicidade do mar e a aventura do navio
que mesmo quando ficam da vida ausentes
voltam no sonho a fazer-se sentir presentes;
*
É o amor da viagem e a arriscada travessia
onde os barcos no mar e os destinos na vida
se enrolam nos seus enigmas...
 Frágil círculo das partidas e das chegadas...
Onde, no mar que é metáfora e na vida que é luta,
transitam os humanos que marcam a sua passagem
Com as mais belas e terríveis pegádas!...

Véu de Maya

2 comentários:

Parole disse...

Um barco num mar de possibilidades com o objetivo de chegar para logo em seguida partir.Fazemos muito esse trajeto...

Linda metáfora da vida.

Beijinhos.

Vivian disse...

Ah!Meu amigo!!!

Que lindo!!
É preciso sim, muita coragem e persistência,para não desistir com os contratempos do caminho!
Quero muito, sabe, deixar boas pegadas!!
Adoro vir aqui,e além de ler a poesia poder escutar o poeta!
Viajo além mar!
Obrigada!!
Beijos e meu carinho e admiração!!!!