sábado, 25 de abril de 2009

O TESOURO DA LIBERDADE



Arranjo de imagem - Heloísa Spitali

[Grândola Vila Morena-Zeca Afonso-Barra de vídeo].
*
É o amor à liberdade e o preço de a conquistar
como os navios que se aventuram
sulcando as ondas do mar;
*
a frescura do novo e os caminhos por andar
como abertura radiosa aos desafios do futuro
e às vozes dos oráculos por desvendar;
*
o viajante e a imensa floresta
felizes nos saltos do percurso onde unidos
se inebriam no transe da viagem e da descoberta;
*
o desejo da partida e a alegria do regressar
como a viagem do navio que se aventura
pelo alto mar até a novos portos chegar;
*
o vento do deserto e o oásis libertador
como o entrelaçar da força entre guerreiros
até selar num abraço a fusão da alegria à dor;
*
a semente fértil e a terra cultivada
como a fusão amorosa entre ambas
até a vida se extasiar plasmada;
*
a actividade e o impulso do renascer
como ascensão no movimento das coisas
ao triunfo do que ainda não é mas pode ser;
*
É sonho e liberdade, cultura e humanidade,
deserto e vento libertador,
semente e terra cultivada;
Viagem e floresta desbravada
porto de partida e de chegada;
E na aventura que é o caminho
o triunfo sobre o não ser ser que é pouco,
mas é mais que nada!...
Véu de Maya

11 comentários:

EternaApaixonada disse...

*****

Este ano não fiz a postagem homenageando os amigos de Portugal, mas fiquei feliz que compartilhei aqui neste blog que amo, que soube muito bem comemorar o significado que esta data representa.
Aos que viveram e lutaram pela liberdade só podemos admirar e agradecer pelos seus atos e aos que vivem o pós 25 de Abril que se orgulhem sempre e saibam levar avante com alegria e honradez!
Bravo, meu querido Luigi! Que bom estar aqui pertinho!
Bom feriado a todos amigos dessa terra querida!
Beijos com todo meu carinho!

*****

Cidinha disse...

Luís,

Dia significativo para vcs portugueses e este teu poema , que fala de novos anseios, anseios despertados pela frescura do novo e caminhos por andar; é sonho e liberdade. Bonito isso, ventos novos, possibilidades novas,que impulsionam para a frente, para o novo, para o desejado. As quebras de amarras despertam sempre novos caminhos.

Abç e bom fim de semana
Cidinha

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

A tão sonhada liberdade, ricamente adornada por tuas palavras e retratada em teu poema... Magnífico!

Beijos e borboleteios

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lindo o seu post. Imagino o que deve ter representado e o que representa esta data para vocês. O seu poema é lindo. como todos os que vc faz.
Luis, voltei hoje, e como vou participar da Blogagem Coletiva - O Filme da Minha Vida, que se dará nos dias 29 e 30 deste mês, dias estes em que estarei em tratamento, já publiquei o post no Galeria (só o filme, sem flores) e gostaria que você fosse lá e me desse uma força. Talvez esteja aqui nessas datas, mas o tratamento é tão forte, que estarei de cama.
Um beijo,
Renata

Rosa Carvalho disse...

Data muito importante para vcs portugueses...a luta da tão sonhada liberdade!!! Comemore!!!! Bom feriado!!!! Estava vendo a comemoração na ilha da madeira hj com a festa das flores pela TV... muito lindo... Um dia ainda irei a Portugal... um bj fica com Deus seu blog é apaixonante!!!!

Maria disse...

Luís,

belíssimo! este canto. seu.

e a música evocativa. liberdade. sempre!para sempre.

boa semana
um grande abraço amigo e o meu sorriso :)
mariam

heretico disse...

a infinita "leveza" da Liberdade.
caprichosa. por vezes...

excelente.

abraços

Ana Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Martins disse...

Caro Poeta,
Bela homenagem aos nossos herois que corajosamente lutaram pela liberdade!
Pena que muitos a tenham deturpado, e que o seu mau uso, seja a consequência directa dos tempos de insegurança que estamos a viver.

Beijinhos,
Ana Martins

Graça Pires disse...

Um magnífico poema a lembrar-nos que a Liberdade é o nosso maior tesouro.
Um beijo.

Zé Camões disse...

Meu caro, estas suas ausências deixam a blogosfera mais pobre.
Cumprimentos e volte rápido.