domingo, 7 de dezembro de 2008

HOMENAGEM A FLORBELA ESPANCA, EM 8 DE DEZEMBRO.

INTERLÚDIO COM FLORBELA ESPANCA[Ouvir Mariza-Gente da Minha Terra-Barra de vídeo]
*
POETAS
*
Ai as almas dos poetas
Não as entende ninguém;
São almas de violetas
Que são poetas também.
*
Andam perdidas na vida,
Como as estrelas no ar;
Sentem o vento gemer
Ouvem as rosas chorar!
*
Só quem embala no peito
Dores amargas e secretas
É que em noites de luar
Pode entender os poetas
*
E eu que arrasto amarguras
Que nunca arrastou ninguém
Tenho alma pra sentir
A dos poetas também!


Florbela Espanca

33 comentários:

lu maga disse...

Olá!Muito obrigada pela visita ao meu "quase abandonado" blog...Qualquer dia arejo aquele espaço e reformo o meu cantinho.Para já está paradito, mas gosto muito de receber gente nova por lá!
A sua visita foi muito agradável.A minha formação é em filosofia e encontrar alguém com as mesmas referências é excelente!

Adorei o "Véu" e vou voltar mais vezes!

Rosa Carvalho disse...

Poetas... é ter alma transparente onde tudo vem à tona: sentimentos, palvras, gestos e pensamentos... sejam eles livres, misteriosos,verdadeiros e inconscientes.
É acreditar no uso sábio das palavras e transformar a vida em uma enorme aquarela com a sensibilidade em expressiva emoção. Simplesmente amei!!! um bj Rosa

mdsol disse...

Bonita e simbólica homenagem no dia em que, no calendário católico, se comemora o dia da Imaculada Conceição!
:)))

EternaApaixonada disse...

*****

Parabéns ao querido poeta por participar nesta Blogagem Coletiva em homenagem à amada poetisa Florbela Espanca!
De fato esta poesia diz tudo, em se tratando de almas poetas!
Muita sensibilidade e senso estético presentes em todos os posts e, neste um deleite para nós seus leitores assíduos e encantados!
Comece bem a semana com muita inspiração e amor em seu coração!
Beijos com meu carinho

*****

Flor ♥ disse...

Bom dia, meus queridos!

Chegamos ao grande dia da Blogagem em homenagem a Florbela Espanca.

Tanto ansiei por este dia, e eis que, por caprichos do acaso, desde sábado estou com problemas sérios de conexão, e hoje estou aqui graças ao PC de uma Lan House... Cheia de vontade de ler os seus posts, que tão carinhosamente estão sendo publicados, mas por hora impossibilitada... A presença do técnico está marcada para hoje às 16.00 h. Espero que tudo volte ao normal para que possa, além de me deliciar com as suas postagens, publicá-las no Interlúdio com Florbela, como uma pequena forma de agradecer pelo carinho de vocês... Conto com a compreensão de todos... Beijos!

Flor ♥

Georgia disse...

Lindo demais tudo por aqui. Adorei a pintura com Florbela.

Abracos

JPD disse...

Ola!

Gosto muito da Florbela.
Escreve poesia de uma forma muito
cativante.
Gosto!

NAELA disse...

Gosto imenso de Florbela Espanca, poetisa, escritora dos grandes sentimentos!
Bela homenagem
Beijo doce

mariam disse...

Luis,

um poeta a homenagear outro(a)...muito bonito! Obrigada. Goste de F.Espanca, difíceis eram os tempos, Grande, usou a palavra como arma...

bom feriado
um grande sorriso :)

mariam

ah! quanto aos poemas infra, aqui tenho estado, deliciada com os mesmos(como sempre ) bem emoldurados p'las imagens tão ao seu jeito! :) :)
a música, por "nabice" ou reles pc, não consigo ouvir rsrs

Cadinho RoCo disse...

Florbela tem jeito especial de narrar aquilo que se passa em quem se entrega aos versos.
Cadinho RoCo

Esther disse...

Fui completamente envolvida pelo 'véu de maya',

um doce recanto que me darei o prazer de retornar outras vezes..

Florbela maravilhosa, justa homenagem!


bjs!

Du disse...

"Florbela é a flor maior da poesia romântica,
é o sofrimento em versos de um soneto
é o amanhecer mais belo de um encanto
é aquela que se perdeu pra se encontrar."
(Lustato)


Beijos!

Lyani disse...

Que bela escolha!
Parabéns e obrigada pela visita!
Bjos,
Ly

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Ai Florbela, que belas flores deixou semeadas! Amo... simples assim!
Linda homenagem!
beijos e borboleteios querido

Juani lopes disse...

un placer venir a tu blog, lindas palabras de un poeta
saluditos

Graça Pires disse...

Florbela. Uma voz tão singular na poesia. Bonita homenagem.
Um beijo.

Ana Martins disse...

Olá,
agradecendo e retribuindo a visita.
Parabéns pela homenagem aqui postada a Florbela Espanca.

Em relação ao seu comentário em meu blog, me perdoe mas o achei um pouco confuso.
Tenho por hábito escrever sobre temas que me preocupam e que acho que nunca é demais falar.
O alcool é uma droga que também mata, e no entanto escrevem-se muitos poemas sobre drogas e toxicódependência e o alcool vai ficando esquecido, por vezes nos esquecemos que é tão prejudicial como as outras drogas, talvez porque faça parte da nossa cultura.

Beijinhos e mais uma vez parabéns, o poema escolhido é lindo.

Ana Martins

A Palavra Mágica disse...

Olá Véu de Maya,

Parabéns pelo seu blog e obrigado por visitar o Abismo Noturno!

Um abraço!

Alcides

Serena Flor disse...

Acho que todos nós blogueiros saímos ganhando ontem com esta blogagem coletiva em homenagem à Florbela não é mesmo?
Tudo ficou mais lindo e perfumado com o doce aroma dessa Flor...bela!
Adorei também ter participado desta grande união.
Um grande beijo e seu post ficou uma delícia de se ler!

Izinha disse...

Parabéns pela linda homenagem a essa poetisa maravilhosa.

bjos de bom dia prá vc!

Zé Camões disse...

Como é forte a paixão que a florbela desperta em mim : )
Cumprimentos

HelianaBastos disse...

retribuindo sua visita....
adorei a pintura com florbela e opoema,que ainda eu não conhecia...

:) abraços

Agulheta disse...

Olá! Obrigada pela visita ao blog,foi uma ideia muito positiva podermos comunicar todos juntos em prol de uma grande poetisa como Florbela Espanca.gostei de aqui vir,pois tem textos muito bons de se ler e belas fotos,parabéns.
Beijinho

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Boa tarde! Sigo visitando os blogs participantes da blogagem coletiva.

Este é, juntamente com "Ser poeta", um dos poemas de Florbela que mais gosto!

Isto é o que eu chamo de uma corrente do bem! Como é que se poderia chamar uma iniciativa que enche de poesia a blogosfera? Aqui está uma excelente oportunidade para que todos conheçam um pouco mais sobre a genial Florbela Espanca.

Eis um trecho de "Ser poeta", de Florbela:

"Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!"

Parabéns a todos que estão participando!

Sensata Paranóia

katy disse...

Oi ! vim retribuir sua vizitnha e me apaixonei,seu blog é realmente um encanto,
sempre passarei por aqui,
Bjo carinhoso no coração!!

Esther disse...

Caro amigo,

postei em homenagem a Florbela e sinto-me honrada em fazê-lo!

parabéns pela bela postagem!


abraços,

Ana Tapadas disse...

Tens muito sentido estético!
Parabéns.
Ah...adoro Dalí!
Beijinho

Rembrandt disse...

Que hermoso homenaje a Florbela, preciosa poesía.
Beijos

gotadevidro disse...

Perante um poema destes só há uma frase a dizer...

A beleza está presente

Adorei

Uma boa semana

um beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo, bela homenagem a Florbela Espanca... Adorei!... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Clara disse...

Belissimo!!


Adoro Florbela Espanca!


Beijinhos

Anja Rakas disse...

Serás poeta?
Serei eu poeta?...

saudades dos nossos...comuns!

Bjs

Rosa Carvalho disse...

Véu de maya eu entrei enm um blog que meu primo recomendou de poesias acredito que vc vai gostar muito segue o endereço: http://interludioemflor.blogspot.com/2008/11/interldio-com-florbela.html

Beijos Rosa