quinta-feira, 28 de junho de 2012

AH. POETAS DA VIDA!


*****
Ai Vida!, onde faltas tu aos poetas
Que te cantam intensa nos seus versos
Mas te fecham inteira numa redoma de ascetas?
*
Ah, Poeta!-sorris-me tu feiticeira-
Afaga-te antes na minha longa cabeleira
E não te embriagues de mim com livros de cabeceira!
*
É que no meu espelho há encantos e desafios
E na minha fonte enigmas e prantos...
E que estranhos poetas esses? 
Que se repletam de mim com solitários suspiros!
*
Aí, Ó Musa minha! Estendes-me a tua passagem vermelha
E arejas-me com os teus leques de feiticeira
Até me enrolares intensa e inteira na tua longa cabeleira...
*
É que repousado nos meus livros de cabeceira
Tu? Que és felina e matreira! Ganharias logo a dianteira...
Véu de Maya

5 comentários:

Rosa Carvalho disse...

Véu de Maya... navegar em seu blog é maravilhoso. poemas encantadores... que faz a alma sonhar...
estou retornando ao meu blog pois várias mudanças necessárias fiz em minha vida. Retornei para minha terra natal Niterói. Gostaria de indicar seu blog para concorrer ao prêmio top blog brasil 2012 se me permitir. aguardo resposta. bjo

gota de vidro disse...

Como é bom fechar os olhos e navegar nos teus poemas envolventes. É um voo no teu véu....

Bom fim de semana

Beijitos da gota

Rembrandt disse...

Tu eres un Poeta de la vida, cada vez que llego aquí mi alma se regocija ante tanta belleza.
Me alegra mucho tu regreso y disfrutar nuevamente de tu hermoso blog.

Muitos beijinhos y bom fim de semana.
REM

Mar Arável disse...

Não há poetas

para tantas vidas

Abraço

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Como sempre ler-te é fazer uma viagem por dentro dos labirintos da alma do poeta e navegar pelos cantos secretos da poesia.

Um beijinho com carinho
Sonhadora