terça-feira, 9 de outubro de 2012

VENTO SUBLIME

O Soldado Bebe_MARC CHAGALL

*****
Esta dor que não me sai da alma
nem me prende o amor que a acalma...
É como um vento sublime
que à vida desperta...
Tal como desprende a libertação genuína
que à escravidão liberta...

Véu de Maya

3 comentários:

Mar Arável disse...


é assim

quando os ventos se soltam

Vivian Fernandes de Goes disse...

Olá,meu amigo!!!

Senti saudades suas e vim!!!
Que belo e romantico poema!!
Sabes, que de tanto assistir seus vídeos,agora quando te leio parece que ouço sua voz!É mágico,amigo poeta!
Deixo um beijo e meu carinho!!
Que tudo esteja ótimo contigo.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Querido Poeta

Há dores que vento nenhum consegue acalmar...que nenhuma água consegue mitigar.

Um beijinho com carinho
Sonhadora