domingo, 5 de fevereiro de 2012

MÃOS FELINAS

3 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Por vezes faltam-me as palavras para comentar a beleza dos teus poemas.
As mãos ousam sorrisos...respiram ausências...entrelaçam carícias...murmuram ternura...gritam ilusões e sussurram vazios.
São veludo e mágoa...carícia e dor...são o gesto e a lembrança...e por vezes os farrapos com que se vestem os sonhos.
Foi o que senti.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

heretico disse...

muito belo. e excelentemente dito...

abraços

Mar Arável disse...

Palavras sibilinas