quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

POÉTICA DA LIBERTAÇÃO

BELEZA POÉTICA DA LIBERDADE
[Laura Pausini-Strani Amori-barra de vídeo]
*
É a dor e a bravura contra a opressão
numa luta comprometida e valiosa
para arrancar o Mundo à escravidão;
*
a alegria e o sabor da libertação
onde tantas formas doentes e sombrias
são arrancadas à sua cruel desagregação;
*
a ligação entre os seres e a rebeldia
onde se compelem a união e a separação
para os obrigar à sua inevitável missão;
*
o conflito e a pobre discórdia
onde se afundam a vida e a cultura
quando os povos perdem o sentido da glória;
*
a lucidez e a nobre resignação
onde o enigmático e poderoso Universo
acolhe o homem nos confins da sua reflexão;
*
a perda do eu e o êxtase deleitável
onde nos véus da visão caiem os detalhes do ver
mas na roda do ser um caos festivo volta a acontecer;
*
a dor do vazio e da escravidão,
indeléveis na ausência de ser e na triste humilhação,
vergonha do homem e a coragem pela libertação;
*
É vazio e dor, bravura e libertação,
pardoxo de sermos rebeldia e união,
lucidez e a nobre resignação;
O Universo como indelével e condição
nas fronteiras da própria reflexão;
Slêncio do eu na totalidade englobante
onde somos apenas um guerreiro vacilante,
e a poesia a refloração permanente
que diz absoluta à vida: estou presente!...



Véu de Maya

22 comentários:

Vivian disse...

...e o poeta canta a vida,
como se nela vivesse.

smacksssssssssss

JPD disse...

Exaltação de um quotidiano fulgurante.

Belo poema.

Parabens, Véu

Rembrandt disse...

Veu
Hermoso poema sobre la vida y la libertad y bella la pintura que lo acompaña.

Beijos.

Rosa Carvalho disse...

Amo a maneira que escreve seus poemas.
Realidade misturada com sonhos, baseada em dias atuais , passado e até mesmo futuro.
A liberdade expressa liberdade sentida, interna. Parabéns!!!!!
Véu de Maya... não tem jeito... estou apaixonada pelos seus poemas.
Amei a imagem... simplesmente linda.
Beijos

EternaApaixonada disse...

*****

Meu querido Luigi

O que escreve vai tão profundamente à alma, que encanta a todos seus leitores!
É tão bom vê-lo ser admirado por isso!
Tenha também linda noite, meu amor!
Beijos com todo meu carinho.
Até amanhã

*****

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Ah... Liberdade...
A mais bela,
A mais forte,
A mais poderosa poesia de amor.
beijos e borboleteios, querido poeta!

paula barros disse...

A poesia e seus encantos, dando voz a sentimentos, pode ser um intrumento de gritar pelos excluídos, de buscar a liberdade, de se tirar da opressão.
abraços

mariab disse...

poesia presente e actuante. belo.
beijos

Zé Camões disse...

Bom fim-de-semana.

Graça Pires disse...

Cantar a liberdade e a vida é de poeta.
Um abraço.

Lu disse...

Olá Luís!

Tudo continua lindo aqui.
E percebo que sua inspiração não falha...rss
Prometo voltar e ler tudo com atenção.

Beijo!

mariam disse...

Luís,

já não "o" visitava há uns dias, fantásticos os poemas, desde a "erótica inocência" até aqui... é sempre um gosto, renovado.

as imagens sempre primorosamente escolhidas... e, já consegui ouvir a música!

um grande abraço e o meu sorriso :)
(engripado, ainda!)
mariam

Juani lopes disse...

hoy tu oda es un bello canto a la libertad, que pases un feliz fin de semana

Ana Martins disse...

Belíssimo, um texto onde a liberdade se canta em doce poesia!

Gostei muito!!!!

Beijinhos

JPD disse...

Olá

Foste galardoado com o Prémo GAIOLA DE DARWIN»

Com enorme prazer

Está à tua disposição

Um abraço

Cidinha disse...

Oi, Luis, tudo bem com você?

Preciso te dizer, que fico impressionada com a lucidez de alguns de teus poemas.E a lucidez ás vezes dói...ou sempre.

Um grande abraço
Cidinha

gotadevidro disse...

O poder da libertação, a vontade de soltar as amarras...

Momentos de reflexão

Poema cheio de força acompanhado de uma imagem bela.

Há muito não ouvia esta música da Laura. Soube bem.

Bom domingo

beijinho

Susi, a Filha do Rei disse...

Aplausos!!!Bj

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

QUERIDO LUÍS, DOCE E BELA POESIA... SIMPLESMENTE SUBLIME... UM BOM DOMINGO... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

María disse...

Mi paseo por tu blog es un lindo caminar saboreando tus versos.

Un beso.

vida de vidro disse...

Porque a poesia deve ser interventiva. E libertária. **

heretico disse...

não há libertação sem luta. e sofrimento.

libertação precária sempre. a exigir "novas fronteiras de reflexão".

herdeiros que somos de Sísifo. e da sua Montanha...

excelente.

abraços