domingo, 27 de outubro de 2013

paixão sublime

*****
Abra o vídeo em écran inteiro[full screen]...obrigado pelo carinho da presença...Véu de Maya

*****
Amo a luz das estrelas
Que me faz lembrar as artérias vermelhas
E os corações puros por desvendar;
*
Amo o oceano profundo
Que me faz despertar nos rios de mim mesmo
As travessias sem fundo;
*
Amo a altitude das colinas
Que me faz desflorar arcos-íris
E abismos por trás das cortinas;
*
Amo a calma dos vales
Que me faz levitar nos ares
E nos voos tensos das aves;
*
Amo as vertigens do silêncio
Que nos abrem os oásis imensos
onde se poderiam plantar férteis pomares
 Neste abissal deserto;
*
E amo ainda mais aquele coração profundo 
Donde irradia toda a emoção do Mundo
E que tal como um eco é um amor sem fundo!...

Véu de Maya




2 comentários:

heretico disse...

é uma composição muito bela -

há um pequeno/grande senão: as imagens passa muito rápido e não deixam saborear o poema.

abraço

Rembrandt disse...

Las palabras del Poeta son el espejo de su corazón, la pasión que hay dentro tuyo es un reflejo de tu alma. Amigo mío todo lo que publicas enamora, hace bien y simplemente seduce, es bellísimo.

Muitos beijinhos y grande placer visitarte Luis.
REM