segunda-feira, 29 de julho de 2013

ARCO E FLECHA...Pausa de Verão...Praia e Mar...


*****
É o desafio e a saída 
Que a palavra arranca à escuridão 
Até os trazer à luz do dia;
*
O círculo e o amor da criança
Que trazem ao ventre da mãe a grande dor... 
E o grito cósmico da esperança;
*
O destino subtil e a cúmplice parceria
Que deambulam pelos caminhos do mundo
Antes de subir aos versos telúricos da poesia;
*
O desejo e a rebeldia
Que enchem a vida dos sonhadores
Com noites claras e frescos de ousadia;
*
A liberdade e o combate
Que deleitam os homens nas colinas do olhar
E nos entregam aos impulsos do amor e da arte;
*
A aventura do ser e o jogo das miragens
Que trazem a festa à terra e as ilusões à vida
Como às árvores o festejo das folhagens;
*
O projecto e as invenções 
Que expraiando-se em aventuras livres
Se elevam ao cume das contemplações;
*
A eternidade e o êxtase do momento
Onde sonham as moradas do mundo
Como obras felizes e pérolas do pensamento;
*
É amor, paixão, desafio, alegria, dor e verdade
Névoa e claridade:
O fogo imortal da poesia...
*
Onde renasce contraditória e incerta 
A vida, essa orgulhosa rainha...
Que é o sentido do ser
Por amor à sua própria verdade!...

Véu de Maya


3 comentários:

heretico disse...

a tua sabedoria e a elegância da tua escrita.

um poema muito belo.

abraço

Vivian Fernandes de Goes disse...

Olá, meu amigo!!

Fiquei com saudades!!!
Então vim!
E que belo poema! Sempre esbanjando encantamento e sabedoria nas palavras!
Beijos e meu carinho!
Bom verão!
Estou aqui torcendo que o meu chegue logo!!rsrs Já cansei do inverno!

Rembrandt disse...

Querido amigo, disfruta de tus vacaciones, del mar y vuelve renovado con toda las ganas de regalarnos más de tus bellos poemas.

"É amor, paixão, desafio, alegria, dor e verdade Névoa e claridade: O fogo imortal da poesia... *"

Muitos beijhinos prá vocé.

REM