quinta-feira, 2 de julho de 2009

FLORES DO CORPO

DOCURA NATURAL [Tom Jones-Delilah-3.21-Barra de vídeo]
*
Os teus lábios são cerejas doces,

Onde escorre mel e prazer,

E como cheiram a abelha-flores,

Que delícia que é neles sorver...



Véu de Maya

4 comentários:

mariab disse...

e que delícia é este pequeno poema... :)
beijo

Graça Pires disse...

Cerejas doces, os lábios, por onde sobrevoam as abelhas com prazer...
Muito belo!
Beijos.

dona tela disse...

olhe que doce a mais pode ser mau para a saúde...

mariam disse...

Luís,
Poeta,

que graciosidade tamanha! ADOREI.

tenho estado a 'ler-te', muito bom! já não o fazia há muito...

deixo uma mão-cheia de cerejas e o meu sorriso :)
mariam

nota:já estava com saudades deste 'Universo' tão especial... mas tive alguns problemas informáticos rsrs