segunda-feira, 6 de setembro de 2010

PAIXÃO SUBLIME



Photobucket


DESLUMBRAMENTO
*
Amo a luz das estrelas
Que me faz lembrar
As artérias vermelhas,
E os corações por desvendar;
*
Amo o oceano profundo
Que me faz despertar
Nos rios de mim mesmo
As travessias sem fundo;
*
Amo a altitude das colinas
Que me faz desflorar arcos-íris
E abismos por trás das cortinas;
*
Amo a calma dos vales
Que me faz levitar nos ares
E nos voos tensos das aves;
*
Amo as vertigens do silêncio
Que nos abrem o oásis imenso
Onde se poderia plantar tão perto
Pomares férteis neste abissal deserto;
*
E amo, ainda mais, aquele coração profundo
Donde irradia toda a emoção do Mundo
E que, tal como um eco, é um amor sem fundo!...


Véu de Maya

4 comentários:

ETERNA APAIXONADA disse...

Que bom já retornar com suas poesias!
Lindas metáforas para um tema tão bonito! "Paixão sublime" eterniza mais um momento seu! Parabéns!
Beijos muitos... sempre apaixonados...

Véu de Maya disse...

Obrigado, minha linda!
A imagem é tão cenográfica que
expressa bem esta paixão sublime, tão pertinho das sensibilidades poéticas...Muitos pra vc também...

Luigi

Graça Pires disse...

Amar perdidamente, como dizia Florbela Espanca...
Beijos.

heretico disse...

abraço, meu caro!

"rentré" em forma.lol

poema de excelência,sempre.